Boome,Blog

Voltar

Existiu uma época em que bastava abrir a porta da loja e os clientes entravam, compravam, batiam um papo e saiam satisfeitos. Depois, um novo cliente surgia dizendo que o seu amigo fora muito bem atendido e que, por isso, resolveu também optar pela sua loja. Mas e o cliente que nunca mais voltou e que jamais se viu uma pessoa indicada por ele? Não era necessário se preocupar. Ah, possivelmente mudou de cidade, isso acontece. Será?

Ainda hoje é possível se deparar com situações semelhantes. Algumas empresas simplesmente desconhecem (ou ignoram) o fato de que seus clientes podem estar descontentes com o seu serviço ou atendimento, mas que possivelmente não estão dispostos a falar sobre isso com você, pelo menos diretamente. Alguns deles (ou muitos) preferem externar sua insatisfação por meio das mídias sociais, através de um desabafo no perfil pessoal no Facebook ou Twitter, por exemplo.

Mas como saber se a sua empresa está com uma boa reputação nas mídias sociais? A boa notícia é que existem formas de monitorar diversas citações relacionadas ao seu negócio ou ainda menções diretas ao nome da sua empresa. E mais, você pode agir pontualmente em cada caso.

Hoje iremos te mostrar como utilizar as ferramentas de monitoramento de forma estratégica, o que tornará sua empresa mais capacitada para se antecipar a fatos, prever tendências, se posicionar perante uma crise e muito mais. Acompanhe:

Dicas para realizar um monitoramento reativo

Esse é o tipo de monitoramento que identifica o que se fala da empresa no ambiente virtual.

1 – Nome da empresa e produtos: conheça o teor das conversas sobre a sua marca.

2 – Nome de sócios e colaboradores: em alguns momentos, as pessoas podem se referir aos donos da empresa ou a algum funcionário que o atendeu.

3 – Domínio do site da empresa: principalmente para lojas virtuais, é bastante comum a referência ao endereço do site da empresa.

4 – Por que monitorar?

  • Feed back: para elogios ou críticas, o melhor é responder e mostrar que a sua empresa se importa com a opinião dos seus clientes.
  • Atender aos clientes: o cliente pode manifestar uma dúvida sobre o seu produto. Mostre-o como resolver o problema.
  • Incentivar fãs: se a sua empresa recebeu um belo elogio, mostre-se feliz e disponível para fazer ainda melhor.
Dicas para realizar um monitoramento proativo

Esse é o tipo de monitoramento que identifica oportunidades para a empresa.

1 – Concorrentes: conheça as boas práticas que os concorrentes adotam.

2 – Termos relacionados ao seu negócio: gere insights de novos serviços ou produtos com menções a termos que se relacionam com a sua empresa.

3 – Pessoas influentes do mercado: entenda como se comportam e sobre o que falam. Essas pessoas possuem grande influência na decisão de compra do seu cliente.

4 – Por que monitorar

  • Identificar oportunidades: sua empresa pode estar perdendo grandes oportunidades, pois simplesmente não as enxerga.
  • Pesquisa de mercado: saiba como suas personas se comportam.
  • Aprendizado: entenda onde sua empresa está errando e acertando.

Toda informação coletada durante o processo de monitoramento precisa ser documentada para a geração de inteligência competitiva para a sua empresa. No início não é necessário gerar grandes e complexos relatórios, você só precisa ter uma direção para os próximos passos do seu negócio. Se precisar de uma força, pode contar com a gente.

 

Deixe seu comentário
Procure aqui
Back to top