Boome,Blog

Voltar

É impossível ignorar a importância e o tamanho que o YouTube atingiu nos últimos anos.  Alguns números são realmente impressionantes:

  • Mais de 1 bilhão de visitantes únicos por mês
  • 6 bilhões de horas assistidas/mês
  • Upload de 100 horas de vídeo por minuto
  • 2ª ferramenta de busca mais utilizada

O vídeo tem como característica muito forte o envolvimento com o público. Ele é capaz de envolver e engajar as pessoas com as marcas e despertar demandas. Se a sua empresa ainda não pratica marketing no YouTube e tem deixado escapar um grande potencial de geração de negócios, esse post é para você. Preparamos 4 boas práticas que farão sua empresa criar mais afinidade com o público e gerar muito mais conversões, veja:

1 – Faça um bom setup inicial

Trabalhar imagens de qualidade no avatar e na capa, assim como colocar links do seu site e de outras redes sociais da empresa são requisitos fundamentais para iniciar um bom canal no Youtube. Além disso, você precisa se preocupar com o vídeo autoplayer, tenha atenção para que ele não tenha um som muito agudo, para assustar ou incomodar o usuário.

O Google vê o YouTube como autoridade, por isso é essencial trabalhar o título com palavras-chave – que funcionam também como SEO dentro do youtube. Coloque termos que as pessoas possam procurar. Trabalhe a descrição do vídeo de forma detalhada e tenha uma chamada para ação (call to action) para o seu site ou conteúdo complementar, por exemplo.

2 – Menos é mais

Quanto maior o vídeo, menos as pessoas tendem a assistir até o final. Aproveite para explorar vídeos curtos, com dicas rápidas. Sempre faça uma line para a gravação dos vídeos, siga uma linha e não um roteiro. Isso serve para que não se pareça um robô e que o vídeo tenha ares mais humano e natural. Se optar por fazer um evento ao vivo (utilizando o hangout) procure não ser muito extenso. Vídeos desse modelo são interessantes, pois não exigem edições.

3 – Iluminação e microfone fazem a diferença

No início, você pode começar a gravar seus vídeos com um smartphone, não existe problema nisso. Mas é importante que se faça um investimento em câmera e microfone no futuro. Entenda bem de microfone, pesquise no mercado. Faça testes de iluminação, veja se não tem sombra e se as pessoas te enxergam bem.

4 – Faça uma boa distribuição dos vídeos

Não adianta somente o usuário se inscrever em seu canal para acompanhar seus vídeos, geralmente as pessoas encontram seus vídeos através de vídeos relacionados, sugestões de pessoas ou pelo próprio Google. Trabalhe com outros ativos para ajudar na divulgação (facebook, twitter, linkedin e etc.) Em nosso mini curso gratuito “como trabalhar com inbound marketing” você aprende formas de distribuir seu conteúdo da maneira mais efetiva.

Acredite! Essas simples práticas não são executadas pela maioria das empresas que iniciam estratégias no YouTube, por isso, comece hoje mesmo e saia na frente. Bons vídeos e sucesso!

BOO_J1763_R05_Call-to-Action_MiniCurso

Deixe seu comentário
Procure aqui
Back to top